Pedido via Aplicativo em Restaurantes: a tradução dos desejos dos clientes

Como um mágico que tira o coelho da cartola, o motoboy sai do restaurante, chega e tira da garupa da motocicleta uma embalagem quente e com um aroma que faz o estômago pular de alegria. Os pedidos via aplicativo de Restaurantes tornou essa prática cada vez mais comum e também um dos momentos mais felizes dos consumidores brasileiros.

Isso porque o mercado ficou mais atrativo com as novas possibilidades que o Delivery Online trouxe para o setor. Antes a pizza era a estrela, a internet fez com que praticamente todos os estilos gastronômicos tivessem vez na mágica garupa da moto. Quer saber mais benefícios? Vamos lá!

4 DESEJOS ATENDIDOS PELO DELIVERY ONLINE

  • Agilidade no atendimento
    O cliente não encontrará mais linhas ocupadas, atendentes de mau humor e nem precisa mais falar alto quando a ligação estiver ruim, ou pedir para repetir os sabores do cardápio, caso alguém o distraia enquanto faz o pedido. Com plataformas com interfaces cada vez mais fáceis de interagir, basta poucos cliques para ter o que se quer nas mãos em pouquíssimos minutos.
  • Economia e benefícios
    Descontos especiais e frete gratuito são algumas das vantagens oferecidas por diversos estabelecimentos quando os pedidos são feitos via aplicativo. O pagamento com cartão de crédito, uma das principais modalidades utilizadas no mundo virtual, é a preferência de 79% dos brasileiros.
  • Tempo é dinheiro e também satisfação
    Fazer o cadastro com os dados para a entrega do produto também ficou muito mais fácil com as ferramentas que um aplicativo utiliza. Esse é o primeiro passo no processo de venda que otimiza o tempo. Com a rapidez no recebimento de solicitações e com uma equipe treinada e preparada para atender essa demanda, a entrega será muito mais ágil.
  • Diversidade de opções
    Aplicativos móveis democratizaram a chance das pequenas empresas participarem mais ativamente do mercado. Com isso, o mercado de Aplicativo de Delivery trouxe a possibilidade de incluir produtores locais e artesanais ao leque de opções. O setor alimentício passou a fazer parte desse processo de forma mais intensa após a implementação de ferramentas online.