Aplicativos de delivery mudam o mercado de entrega de comida no Brasil

A exemplo do que acontece no mundo, os aplicativos de delivery têm criado novas oportunidades de negócios para os restaurantes e consequentemente modificado o mercado de entrega de comida. Neste texto vamos contar um pouco sobre a evolução do delivery e como o perfil do consumidor têm mudado.

Há 70 anos não existia delivery de comida como conhecemos hoje

Algo que atualmente se encontra tão enraizado em nossa cultura que não nos demos conta de que se trata de um mercado que existe há pouquíssimo tempo. O modelo que compreendemos hoje de delivery surgiu nos Estados Unidos nos idos de 1950, mas só ao final da década de 1980 é que a moda pegou para valer no Brasil com a febre dos disk-pizza.

O crescimento do mercado de delivery foi impulsionado por dois fatores principais: Uma vida cotidiana mais corrida (com menos tempo para cozinhar) e o aumento do acesso às telecomunicações. E assim nossa sociedade foi se edificando e em paralelo a isso o mercado de entrega de comidas foi crescendo.

O crescimento e a evolução do mercado de entrega de comida

Para se ter uma ideia, no boom do delivery nos anos 80, São Paulo contava com 200 disk-pizzas, hoje são mais de 4500 pizzarias. O que significa que uma mesma região é atendida por dezenas (as vezes centenas) de empreendimentos que de alguma forma buscam se destacar.

Começou-se a perceber a ineficiência do processo. Cada empresa têm um cardápio com várias opções e escolher por telefone foi ficando mais demorado e caro para a empresa. Erros operacionais acabavam por custar tempo e recursos preciosos para as empresas e com a popularização da internet as empresas passaram a disponibilizar cardápios online e em alguns casos pedidos pela internet.

Mas foi só através do salto quântico no universo das telecomunicações aconteceu com a oferta de capacidade de processamento e de acesso à internet se tornou acessível às massas através dos smartphones é que o mercado de entrega de comida chegou a um novo patamar.

Através de aplicativos de delivery, os usuários agora podiam escolher à vontade, tomando o tempo que precisar, de maneira simples e confortável, com pouco ou nenhum risco de errar o pedido e mantendo um baixo custo operacional das empresas. É um clássico caso de evolução através do caminho mais obvio.

Os aplicativos de entrega

Embora existam várias opções de aplicativos centralizados de entrega, muitas empresas estão optando por desenvolverem seus próprios aplicativos onde podem criar uma relação de maior contato e consequentemente fidelização de seus clientes. O método é tão interessante e viável que atualmente alguns restaurantes optaram por só realizar o serviço de entrega através de aplicativo personalizado.

“Os aplicativos de entrega com múltiplos restaurantes normalmente possuem taxa de entrega de valor elevado. Utilizando o aplicativo de meu restaurante favorito essa taxa é muito menor e ainda faço parte do programa de fidelidades” diz Marco Cardoso, Analista de Sistemas, Londrina-PR.